Este blogue pretende dar a conhecer “leituras” realizadas por alunos do AEMD. Está associado ao projeto "Cartão de Fidelidade" da Biblioteca Escolar que atribui pontos por cada opinião sobre livros lidos.

14
Fev 17

asterix em hispânia.jpg

Autor: René Goscinny

Ilustrador: Albert Uderzo

Editora: Asa

Ano de edição: 2013

Nº de páginas: 48

 

Sinopse (interior da capa): Nada consegue resistir a César: a seguir à Gália, é a vez da Hispânia ser anexada ao seu império. Toda a Hispânia? Não! Uma pequena aldeia - Montilla - resiste ainda. Mas Júlio César rapta Pepe, filho do chefe ibero Caldoverdon y Chouriçon. Pepe é levado para a Gália, para o campo de Babácomrum no qual deverá receber uma educação romana. É aí que se cruza com Obélix e Astérix que o libertam e decidem levá-lo de volta para Hispânia.

 

Impressões de leitura: O livro pareceu-me engraçado, porque Pepe, para conseguir o que quer, sustem a respiração: primeiro, para brincar às escondidinhas com os romanos, depois porque quer que lhe deem a comer outra coisa que não seja javali, e finalmente para lhe darem vinho aromatizado com ervas. Obélix e Ideiafix acabam por imitá-lo!! Nesta história, Astérix, Obélix, Pepe e Ideiafix percorrem uma grande distância entre a Gália e Hispânia, e trazem de lá umas danças hispânicas que mostram aos seus amigos, quando regressam à aldeia.

 

Tiago Falcão, 5ºB

fevereiro 2017

 

publicado por buelivros às 00:00

12
Fev 17

Chamo-me tutankamo.jpg

Autor: Núria Castellano

Editora: Didática Editora

Ano de edição: 2011

Nº de páginas: 64

 

Sinopse: Nebjeperure Tutankamon foi o faraó mais famoso do antigo Egito. Era conhecido pela sua máscara de ouro. O seu pai chamava-se Akenaton. Tutankamon vai-se apaixonar, mas a sua família parece estar amaldiçoada. No seu túmulo, depositam um tesouro, escondido por trás de um muro...

Impressões de leitura: Achei muito interessante este livro sobre Tutankamon, o faraó mais famoso do antigo Egito, porque tem muito suspense e aventuras. As ilustrações são muito nítidas. A parte de que mais gostei foi a parte em que ele se apaixona. Tutankamon era um pai muito dedicado, por isso a parte mais triste foi quando ele morreu.

Carolina Martins, 6ºA Sendim

publicado por buelivros às 18:17

08
Fev 17

arca_do_tesouro.jpg

Autores: Alice Vieira

Ilustrador: João Fazenda

Editora: Caminho

Livro aconselhado para o 3º CEB

Reconto da história elaborado por:

Eva Filipa Correia Trindade, 3ºB, EB1 Miranda do Douro

 

A Maria esteve a tarde inteira a chorar, porque o pai demorou a chegar a casa. Quando o pai chegou, a Maria correu para o seu colo, mas ele disse:

- Já estás muito crescida para o colo.

A Maria ficou triste e foi para o seu quarto.

A avó apareceu no quarto da Maria com uma caixa que tinha uma tampa azul e disse:

- Esta é a tua arca do tesouro!

A Maria olhou para a avó e perguntou:

- Mas o que é isso? - E a avó explicou-lhe. Não era para meter um tesouro, mas "tesouros" de todos os dias, as palavras que magoam, palavras feias, palavras difíceis, palavras fáceis...

Então a Maria agarrou a arca do tesouro e encheu-a com palavras que magoam, palavras feias, palavras difíceis, palavras fáceis...

Um dia, quando a Maria chegou da escola, foi ao quarto e não viu a arca, e foi logo perguntar à mãe por ela. A mãe respondeu:

- Não, porquê?

- Porque tenho lá palavras que magoam, palavras feias, palavras difíceis, palavras fáceis...

O pai chegou do trabalho e chamou a Maria. Ele tinha agarrado a caixa da Maria para lhe fazer uma surpresa. Ela olhou para o pai e achou-o estranho.

- Abre a caixa! - disse o pai.

Maria abriu a caixa e ficou muito feliz! Dentro da caixa estava algo que ela queria muito!...

 

publicado por buelivros às 22:42

06
Fev 17

Supergigante_capa.jpg

 

Supergigante, de Ana Pessoa, foi editado pela primeira vez em maio de 2014 pela editora Planeta Tangerina.

Este livro conta a história de Edgar, um rapaz de dezasseis anos, que vive o melhor e o pior dia da sua vida em simultâneo, numa corrida contra tudo e contra ele próprio. Tudo começa com um fim de tarde com os amigos a saltar do pontão, gritando palavras começadas por “g”. É no regresso a casa que Rígel (a alcunha de Edgar, devido à sua composição para a disciplina de Geografia sobra a estrela com o mesmo nome) é informado da morte do avô. “Eu saltava para a água enquanto o meu avô saltava para a morte” é o pensamento que ocupa a mente de Rígel quando se apercebe de que realmente o avô não estará mais presente, e que ele próprio não recorda muitos momentos que tenham passado juntos como típicos avô e neto. Entretanto, os pensamentos de Edgar tomam outro rumo, e conhecemos Joana, a sua paixoneta, que ocupa o lugar à sua frente na sala de aula, tem covinhas nas bochechas e um espacinho entre os dentes. Somos inteirados de experiências variadas por ele vividas, boas e más, através de pequenos flashbacks que vão e vêm enquanto ele corre sem parar e sem destino. Chegamos depois ao passado mais próximo, o seu primeiro beijo com Joana à porta do seu prédio e o funeral do avô, situações que contrastam emocionalmente e originam toda esta confusão na sua mente. É nesta corrida que acabamos por nos encontrar envolvidos e perdidos nos pensamentos de Rígel.

Gostei muito deste livro. É uma história sem grande lógica, anda-se aos avanços e recuos através do tempo, como se estivéssemos realmente na cabeça de Edgar, a acompanhar o que ele pensa, o que é interessante, pois apresenta-nos uma nova maneira de ver o mundo, da perspetiva de um adolescente a descobrir o que o rodeia. Parece que somos transportados para uma realidade diferente, a realidade do Rígel, com os seus problemas e pensamentos de que passamos a fazer parte e a partilhar. A dada altura, estamos tão embrenhados na história que sentimos o que Edgar descreve, como quando parte o nariz ou está cansado de tanto correr. Chegados ao fim do livro, e despedindo-nos tristemente de Rígel, podemos interpretar a sua corrida como uma corrida mental, em que percorre estradas de recordações, planos e desejos. Uma corrida infinita que só acaba nos limites mais distantes da imaginação de Edgar. E da nossa.

Helena Rodrigues, 8ºB, nº10

 

publicado por buelivros às 21:09

02
Fev 17

o soldado joão.jpg

Título: O soldado João

Autor: Luísa Ducla Soares

Editora: Civilização

Assunto: Era uma vez o João que decidiu ir para a guerra. Quando lá chegou pôs-se a cumprimentar os seus rivais. O chefe chateou-se e impôs-lhe algumas tarefas, mas ele fazia tudo ao contrário. Até que, no fim da guerra, algo muito fora do normal...

Impressões de leitura: A parte de que mais gostei foi a parte em que o João fazia tudo ao contrário do que lhe diziam para fazer. Se tivesse de recomendar este livro a alguém, dir-lhe-ia: "Gostas de filmes cómicos? Então porque não trocá-los por um livro? Com "O soldado João" quase chorei de risa! Acredita, vai à Biblioteca e requisita-o!"

Mariana Nobre, 5ºA

janeiro 2017

 

 

publicado por buelivros às 15:23

asterix entre os bretões.jpg

Título: Astérix entre os bretões

Autor: René Goscinny

Ilustrador: Albert Uderzo

Nº de páginas: 48

Assunto: Astérix e Obélix têm de entregar na Bretanha um barril cheio de poção mágica, passando pelos romanos, mas perdem-no antes de lá chegar!

Impressões de leitura: Interessante pelo início, divertido por andarem de um lado para o outro, fixe por perderem e procurarem muitas vezes o barril da poção mágica! O que me agradou? A moeda que os bretões usam, o jogo de Camulodunum contra Durovernum (com uma bola oval), a fuga de barco contra um galera de piratas, a perda da poção mágica e o modo como solucionam o problema, a vitória dos gauleses contra o ataque romano.

Tiago Falcão, 5ºB

janeiro 2017

publicado por buelivros às 15:07

Asterix Legionário.jpg

Autor: René Goscinny

Editora: ASA

Nº de páginas: 48

Assunto: Obélix está apaixonado por Falbala, mas ela chora pelo noivo Tragicomix, recrutado à força para a Legião Romana. Para mostrar a sua valentia, Obélix também se alista na Legião Romana e aí começam as aventuras!

Impressões de leitura: Gostei muito deste livro, já que gosto muito de banda desenhada. Já o li muitas vezes, mas cada vez gosto mais dele! Há cenas muito divertidas, como aquela em que Obélix tenta "vestir" um uniforme tamanho médio, porque ele nunca acha que está gordo, e acaba por rebentar com ele, ferindo um centurião. Para além disso, este livro mostrou-me o quanto uma pessoa pode caminhar, porque Obélix e Astérix caminham da Gália até África.

Tiago Falcão, 5ºB

janeiro 2017

publicado por buelivros às 14:37
tags:

a guerra dos tronos.jpg

 

Autor: George Martin

Nº de páginas: 396

Assunto: Trata-se de uma guerra entre vários reinos, pois todos ambicionam o trono de ferro. Neste livro, o rei é Robert e é ajudado por Ned Stark, seu ex-companheiro de guerra. À medida que os acontecimentos se vão desenrolando, surgem novas ameaças e vemos como Ned Stark toma as medidas necessárias.

Impressões de leitura: É uma história viciante e apresenta muito bom vocabulário. O único aspeto negativo é o facto de não nos podermos apegar a uma personagem, porque qualquer uma pode morrer!

Josué Concha, 11ºB

dezembro 2016

publicado por buelivros às 14:28

Zé das moscas.jpg

Autor: António Torrado

Editora: Civilização

Ano de edição: 1988

Nº de páginas: 61

Assunto: Este livro apresenta várias histórias para além de "Vem aí o Zé das Moscas": "A nau catrineta que tem muito que contar", "Dom Pimpão Saramacotão e o seu criado Pimpim", "Maria Rosa e os 7 veados barbudos",e "Toca que toca, pança que dança".

Impressões de leitura: Gostei muito deste livro porque me fez rir.  A minha história preferida é a do Zé das Moscas. A parte de que eu mais gostei foi a parte em que os vizinhos foram fazer queixa dele à polícia, porque não conseguiam dormir, quando afinal as culpadas eram as moscas!

Hugo Antão, 5ºA

fevereiro 2017

publicado por buelivros às 14:12

Fada oriana.jpg

 

Autor: Sophia de Mello Breyner Andresen

Editora: Figuerinhas

Nº de páginas: 82

Assunto: Este livro fala-nos de uma fada chamada Oriana que, por ter mentido à rainha das Fadas, ficou sem asas e sem a varinha de condão e ainda teve de cuidar da floresta.

Impressões de leitura: Gostei muito do livro, porque gosto de fadas, e também porque a Oriana, durante a história, ajuda uma velha, o que é um bom exemplo para as crianças.

Íris Pires, 5ºA Sendim

novembro 2016

 

Impressões de leitura: Eu gostei muito de ler este livro. É muito interessante, porque nunca se sabe o que vai acontecer. O leitor quer sempre ler mais e mais e não se cansa. Adorei! Aconselho!

Ana Sofia Martins, 5ºA Sendim

novembro 2016

 

Impressões de leitura: A minha parte favorita foi aquela em que a rainha das fadas parou Oriana e a velha no ar e devolveu as asas e a varinha de condão a Oriana. Se tivesse de aconselhar este livro a um amigo, dir-lhe-ia: "Eu li este livro nas aulas de Português. É muito divertido e desperta muitas emoções! Vai requisitá-lo!".

Mariana Nobre, 5ºA 

janeiro2016

 

Sinopse: Era uma vez uma fada chamada Oriana. Oriana era uma fada muito bonita e bondosa, que gostava de ajudar todas as pessoas da floresta, os animais e as plantas. Ela ajudava-os a todos porque um dia prometeu à rainha das Fadas proteger a floresta e tudo o que ali vivia. Assim, todos os dias ajudava uma velha a transportar lenha para vender na cidade, limpava a casa do moleiro, fazia aparecer o que faltava na casa do lenhador e e inspirava o poeta para que ele escrevesse novos poemas.

Um dia, Oriana passou pelo rio, viu um peixe que estava a afogar-se e Oriana salvou-o. Desde esse dia, começou a visitar o peixe, habitualmente, todos os dias e, pouco a pouco, Oriana foi-se esquecendo das suas responsabilidades como fada da floresta.

Quando a Rainha das Fadas viu o que acontecera, tirou as asas e a varinha de condão a Oriana. Oriana chorou, e chorou, e pediu que lhe devolvese as asas e a varinha de condão, mas a Rainha das Fadas disse-lhe que só lhe devolveria as asas e a varinha quando deixasse de pensar em si mesma e pensasse nos outros. Então, Oriana decidiu ver o mal que tinha feito à floresta, quando viu encaminhar-se para um abismo uma velha. Esta saltou para o abismo, mas Oriana conseguiu apanhá-la pelos pés. A rainha das Fadas, ao ver o sucedido, devolveu as asas e a varinha de condão a Oriana. A partir desse dia, Oriana voltou a cuidar da floresta.

Impressões de leitura: Eu gostei muito desta história pelos seus ensinamentos: ensina-nos que nunca nos devemos esquecer das nossas responsabilidades nem das nossas promessas.

Patrícia Igreja, 5ºA 

 

publicado por buelivros às 13:59

Chamo-me Cleopatra.jpg

Autor: Carmen Gil

Editora: Didática Editora

Ano de edição: 2006

Nº de páginas: 63

Assunto: Este livro trata sobre a vida de Cleópatra e de todos os conflitos e aventuras que viveu.

Impressões de leitura: Gostei muito deste livro porque relata a vida de uma personagem histórica sobre a qual eu sempre quis saber mais. Além de falar sobre ela, este livro também nos mostra como era a vida no seu tempo, uma vida muito dura. Com a sua leitura, ficamos a conhecer os costumes e as tradições egípcias. Achei um pouco estranho os reis e as rainhas serem quase sempre irmãos. Este livro é muito interessante.

Beatriz Curralo Fernandes, 6ºA Sendim

novembro 2016

publicado por buelivros às 12:09

 

AutorRCrusoé.jpg: Daneil Defoë

Editora: Porto Editora

Ano de edição: 2016

Nº de páginas: 108

Assunto: Robinson é um homem contrariado pelos pais e decide escapar de casa para percorrer o mundo, mas mal sabe que tal façanha lhe vai trazer graves consequências...

Impressões de leitura: Não tenho aspetos negativos a apontar. A obra está bem construída, não tem palavras complicadas e conta uma história interessante.

 

 Gonçalo Carvalho, 6ºA Sendim

outubro 2016

publicado por buelivros às 11:50

estranhão.jpg

Autor: Álvaro Magalhães

Editora: Porto Editora

Nº de páginas: 189

Assunto: Esta história fala de um rapaz de 11 anos chamado Fred, mais conhecido por Estranhão, que vai relatando o seu ponto de vista sobre os jogos de futebol, é assaltado na rua, gosta de invenções, e apaixona-se pela melhor amiga da irmã, cinco anos mais velha do que ele! Além disso, arranja um amigo tão estranho como ele...

Impressões de leitura: Gostei da apresentação interior do livro por permitir uma leitura fácil e descontraída, com desenhos alusivos aos pensamentos do Fred, como se fosse um diário. No entanto, não gostei muito da história por ser um pouco infantil.

M.Oceana Fernandes e Carolina Luís, 8ºA Sendim

outubro 2016

 

publicado por buelivros às 11:35

Pequenas Mentirosas.jpg

 

Autor: Sara Shepard

Editora: Porto Editora

Ano de edição: 2011

Nº de páginas: 292

Assunto: Trata-se da história de quatro amigas inseparáveis que após o desaparecimento da melhor amiga, veem as suas vidas mudadas para sempre. Já não têm a Alison para as aconselhar e proteger, por isso acabam por se afastar. Depois de três anos sem se falarem, começam a receber mensagens acerca dos seus segredos que só Alison sabia...

Impressões de leitura: Gostei deste livro pois ensina a não confiar em toda a gente e que se devem escolher bem as amizades. Com ele ficamos a perceber o que é ficar confuso e sem ninguém em quem confiar. Além disso, é um livro fácil de ler.

Maria Oceana Fernandes, 8ºA Sendim

dezembro 2016

publicado por buelivros às 09:23

Os_Contos_de_Beedle_o_Bardo.jpg

Autor: J.K.Rowling

Editora Editorial Presença

Nº de páginas: 127

Assunto: "Os contos de Beedle, o Bardo" é  uma mistura  de cinco contos para jovens feiticeiros, com algumas notas de Albus Dumbledore. É um pequeno livro sobre o mundo de Harry Potter, o nosso famoso "bruxo", embora ele não apareça. Este livro pode ser lido por "muggles", isto é, por pessoas não mágicas!

Opinião: Eu gostei deste livro, porque aprecio muito o trabalho de JK.Rowling. Para além disso, este livro explica algo sobre a saga "Harry Potter". Por exemplo, o conto dos 3 irmãos, o meu preferido, explica como foram formadas as relíquias da morte.

 

Gonçalo Mondragão Rodrigues, 5ºA Sendim

janeiro 2017

publicado por buelivros às 00:17

Autor: Luísa Ducla Soares

Editora: Terramar

Nº de páginas: 41

rapaz e robô.jpg

 

Assunto:  Este livro conta a história de um rapaz que não gosta da escola. Quando recebe uma negativa a Matemática, fica com medo que o pai lhe bata. Mais tarde, encontra uma mala com dinheiro e decide comprar um robô igual a ele. O robô é melhor do que ele em tudo e o rapaz (o João) fica com inveja. O robô acaba por ter um fim inesperado...

Impressões de Leitura: Adorei este livro, porque aprendi que os problemas não se resolvem como o rapaz os tentou resolver. Temos de encarar os problemas e tentar resolvê-los com o nosso conhecimento. Ninguém é perfeito, e o robô também não! Aconselho aos jovens dos 9 aos 12 anos a leitura deste livro!

Ana Martins, 5ºA Sendim

janeiro 2017

 

 

Impressões de Leitura: Gostei muito deste livro, porque o João transformou-se num menino bondoso e ficou a perceber que tinha de se aplicar nos estudos sozinho.

Íris Pires, 5ºA Sendim

janeiro 2017

 

Impressões de Leitura: Eu gostei deste livro porque se pasa na escola e é um livro bom para a nossa idade. Gostei da parte em que se fala do sonho do João que era ser sócio do Benfica, mas todos os dias  ficava no banco de suplentes e então resolveu pôr o robô a jogar por ele!

André Padrão, 5ºB

janeiro 2017

 

Impressões de Leitura: Eu adorei esta história, porque tem muitos detalhes e está escrita com muita imaginação. Também gostei das ilustrações. Acho que transmite uma lição de moral muito importante.

 

Patrícia Igreja, 5ºA

janeiro 2017

 

Impressões de Leitura: O livro é muito divertido e interessante, pois conta a história de um menino que controlava um robô e que lhe mandava fazer as coisas de que não gostava. Um dia, o robô afogou-se e o menino, a partir daí, prometeu que se ia esforçar por ser um rapaz melhor.  Isto é uma lição de vida, que nos pode ajudar no futuro. Aconselho este livro a todas as pessoas.

Laura Fernandes, 5ºB

janeiro 2017

 

Impressões de Leitura: Gostei muito do livro, pois uma das personagens é um robô e eu interesso-me muito por mecânica. O livro relata a história de um menino que, depois de encontrar uma mala com dinheiro, compra um robô, para fazê-lo passar por ele próprio. Aconselho a leitura deste livro.

Miguel Martins, 6ºB

dezembro 2016

publicado por buelivros às 00:06

01
Fev 17

ali babá.jpg

 

Autor: Desconhecido (adaptação de António Pescada)

Editora: Porto Editora

Nº de páginas: 78

Sinopse: Certo dia, Ali-Babá viu uns ladrões a entrar numa caverna. Depois de eles saírem, ele foi lá, mas o irmão Kassen descobriu o seu segredo. Kassen acabou por ser assassinado pelos ladrões que vão perseguir Ali-Babá até ao fim...

Apreciação crítica: Gostei muito deste livro e aconselho a sua leitura. A minha personagem preferifa foi Ali-Babá, pois foi honesto ao ter levado da caverna apenas dois sacos de ouro! Não gostei dos ladrões que roubam e mataram Kassem. A parte de que gostei menos foi aquela em que cortam a cabeça a Kassem, porque não gosto que morram pessoas.

 

Miguel Martins, 6ºB

janeiro 2017

publicado por buelivros às 23:51

Natal.JPG

 

Autor: Luísa Ducla Soares

Editora: Civilização

  Assunto: Um menino não sabia se havia ou não de acreditar no Pai Natal, porque ele nunca tinha recebido prendas. Tentou escrever uma carta ao Pai Natal, mas também não recebeu qualquer prenda.  Até que um dia, algo de muito especial aconteceu... Esta é uma das três histórias do livro, cheias de emoção!

 

 

Mariana Nobre, 5ºA

janeiro 2017

publicado por buelivros às 23:37

Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
arquivos
2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO