Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BUÉ LIVROS

Este blogue pretende dar a conhecer “leituras” realizadas por alunos do AEMD. Está associado ao projeto "Cartão de Fidelidade" da Biblioteca Escolar que atribui pontos por cada opinião sobre livros lidos.

BUÉ LIVROS

Este blogue pretende dar a conhecer “leituras” realizadas por alunos do AEMD. Está associado ao projeto "Cartão de Fidelidade" da Biblioteca Escolar que atribui pontos por cada opinião sobre livros lidos.

07.Jan.11

A LUA DE JOANA

Autora: Maria Teresa Maia Gonzalez

Editora: Verbo

 

Frase escolhida:

   "(...) devem julgar que tudo na minha vida continua na mesma." (p.105)

   Escolhi esta frase porque os pais da Joana e toda a gente julgavam que tudo na vida dela continuava igual depois da morte da sua melhor amiga Marta e da sua avó Ju. Mas tudo mudou na sua vida, a ponto de se meter nas drogas. (Iara Ortega)

 

Resumo:

   Joana era uma jovem, com cerca de 17 anos, que era muito amiga de Marta, rapariga que morreu de overdose, e Joana escreveu-lhe um diário, já depois da sua amiga ter morrido. Garante-lhe no diário que nunca se irá meter nas drogas, mas... Joana tinha um irmão que lhe infernizava a vida, e a sua mãe só ligava á sua loja. O pai era um médico muito ocupado e só a avó Ju é que lhe ligava. Depois da avó Ju morrer, ela ficou completamente desorientada, acabando por se meter nas drogas. (Vera Pires)

 

  

   Marta, a melhor amiga da Joana, tinha falecido por causa de uma dose excessiva de droga. Desde aí , Joana quase todas as noites lhe escrevia cartas. Nessas cartas, ela escreveu tudo o que se passou durante dois anos. No início, tudo era normal na casa dela: o irmão sempre com as suas manias, os pais sempre cheios de trabalho e era a avó Ju a única que se preocupava com a família. No Inverno, a avó ficou muito doente e dias depois faleceu. A partir daí ,a Joana mudou radicalmente, o que se reflectiu nos resultados escolares e no seu look. O único irmão da Marta, o Diogo, não só era o melhor como era o único amigo. No Verão, ela encontrou um novo amigo que estava abandonado, era um cão ao qual decidiu chamar Lucas. Quando Joana foi visitar o Diogo, encontrou-o num canto do seu quarto drogado e para o "acompanhar" também experimentou. Dois meses depois, conseguiram desintoxicar-se e tudo ficou normal a não ser a Joana, que teve de repetir o ano. (Fábio Galego)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.