Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BUÉ LIVROS

Este blogue pretende dar a conhecer “leituras” realizadas por alunos do AEMD. Está associado ao projeto "Cartão de Fidelidade" da Biblioteca Escolar que atribui pontos por cada opinião sobre livros lidos.

BUÉ LIVROS

Este blogue pretende dar a conhecer “leituras” realizadas por alunos do AEMD. Está associado ao projeto "Cartão de Fidelidade" da Biblioteca Escolar que atribui pontos por cada opinião sobre livros lidos.

10.Abr.20

História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, Luís Sepúlveda

gaivota.jpg

Autor: Luís Sepúlveda

Título:  História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar

Editora: Porto Editora

Data de 1ªedição: 2010

Número de páginas: 140

Apreciação crítica: A "História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar" é uma obra ecológica, porque é um alerta para os perigos da poluição para todo o meio ambiente. A irresponsabilidade dos homens com a ânsia do poder económico coloca em risco a sobrevivência dos animais, plantas e da própria espécie humana. Para além disso, é uma história divertida onde diferentes espécies de animais convivem com harmonia, espírito de entreajuda e com um certo humor resolvem as dificuldades. Posso ainda acrescentar que é uma obra agradável de ler, escrita de forma simples, com personagens que cativam e nos levam para dentro da história. Também tem momentos tristes, como quando a Kengah morre, ou quando, no final, Zorbas chora de saudades.

É também uma história de perseverança: para se conseguir algo tem de se tentar e insistir, apesar das dificuldades. O Zorbas conseguiu ensinar a gaivota a voar e não era tarefa fácil: “Nunca se voa à primeira tentativa, mas vais conseguir. Prometo-te.”

Finalmente,  acho que também estão presentes outras mensagens relacionadas com aquilo que os homens deviam ser e não são, por exemplo honrar os compromissos assumidos, ser solidários, sensíveis aos problemas dos outros, leais e amigos. Devíamos ser todos um pouco como o Zorbas, sensíveis e destemidos, responsáveis e de bom coração, para fazer do mundo um lugar melhor.

Em suma, a “História de uma gaivota e de um gato que a ensinou a voar”, de Luís Sepúlveda, é uma obra que se deve ler, pois é uma história de vida, de várias vidas que se cruzam com o único objetivo do bem comum:  “Vamos todos. Os problemas de um gato do porto são problemas de todos os gatos do porto”. Fala-se de animais, mas as mensagens transmitidas são para os humanos.

Beatriz Raimundo, 7A