Este blogue pretende dar a conhecer “leituras” realizadas por alunos do AEMD. Está associado ao projeto "Cartão de Fidelidade" da Biblioteca Escolar que atribui pontos por cada opinião sobre livros lidos.

05
Jan 18

o fantasma de cantervile.jpg

 

 

Autor: Oscar Wilde

Editora: Porto Editora

Data de Publicação: 2014

Modo literário: Narrativo

Género literário: Literatura fantástica

 

 

Assunto/Sinopse

Na primavera de 1890, o ministro americano Hiram B. Ottis e a sua família  chegam a Inglaterra e decidem comprar o castelo de Canterville. Foram advertidos de que cometiam uma loucura, porque residia na habitação um velho fantasma que assombrava os moradores. Porém, a família americana não acredita no sobrenatural , obrigando o pobre fantasma a recorrer a uma série de estratagemas na tentativa de assustar os seus novos hóspedes. No entanto, quem se assusta é o próprio fantasma, vítima das brincadeiras dos membros da família.

Apreciação crítica/Impressões de leitura

Um conto divertidíssimo, de fácil leitura e compreensão, capaz de se ler em apenas um dia!  Nele se escondem algumas críticas tanto à sociedade inglesa e às suas crenças e mitos exagerados, como à sociedade americana, sendo criticada pelo materialismo e pelo facto de apresentarem infinitos produtos milagrosos, como por exemplo os produtos de limpeza utilizados pela Srª Ottis para retirar uma mancha de sangue do chão. Também achei interessante o facto de o conto ser o contrário do que se espera numa história de fantasmas: é um conto hilariante e em vez de ser o fantasma a assustar os vivos, são os vivos que assustam o fantasma.

Uma leitura leve e cómica, marcada pela ironia e pelo sarcasmo.

 

Data de leitura: agosto  de 2017

Oceana Fernandes,  9A - S     

publicado por buelivros às 18:34

Janeiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO