Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BUÉ LIVROS

Este blogue pretende dar a conhecer “leituras” realizadas por alunos do AEMD. Está associado ao projeto "Cartão de Fidelidade" da Biblioteca Escolar que atribui pontos por cada opinião sobre livros lidos.

BUÉ LIVROS

Este blogue pretende dar a conhecer “leituras” realizadas por alunos do AEMD. Está associado ao projeto "Cartão de Fidelidade" da Biblioteca Escolar que atribui pontos por cada opinião sobre livros lidos.

12.Mai.19

Um corpo na biblioteca, Agatha Christie

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Título: Um Corpo na Biblioteca

Autor(a): Agatha Christie

Editora: Edições Asa

Ano de Edição: 2003

Nº de páginas: 176

Sinopse:  Ruby Keene, uma bela jovem, é encontrada morta na biblioteca da mansão do casal Bantry, aparentemente estrangulada. A polícia é imediatamente chamada mas Dolly Bantry, a dona da mansão, acaba por pedir ajuda a Miss Marple, sua velha amiga, para juntas descobrirem quem matou a jovem, por que motivo e como foi parar à biblioteca da mansão. Mas, quando um novo cadáver é descoberto, Miss Marple percebe que as razões do crime remetem para uma antiga tragédia da qual fazem parte o amor o dinheiro e a solidão...

Apreciação crítica: A narrativa é feita na terceira pessoa, ora acompanhando os detetives, ora acompanhando Miss Marple, dando assim aos leitores uma visão mais ampla da investigação e permitindo-lhes relacionar a visão de ambas as partes que, por sua vez, se completam entre si.

A investigação é centrada principalmente em diálogos, muito bem desenvolvidos e repletos de detalhes e pequenas pistas, pelo que um sentido de concentração constante torna-se essencial.

É claro que quem capta mais a atenção do leitor é Miss Marple, sempre um passo à frente dos investigadores, uma vez que dá especial importância aos pequenos detalhes que passam despercebidos tanto aos polícias como ao leitor. De facto, é bastante curiosa a forma como Miss Marple desenvolve a sua linha de pensamento, recorrendo a paralelismos entre as situações que ocorrem na sua pequena aldeia.

Esta obra demonstra na perfeição o engenho da autora que à medida que desenvolve o enredo nos fornece pistas capazes de incriminar quase todas as personagens. O assassino acaba por ser revelado de forma surpreendente e tendo em contas todas as pistas anteriores que subitamente encaixam como um puzzle.

Em geral gostei do livro, apesar de se tornar um bocado confuso devido à grande quantidade de personagens, o final acaba por compensar. É, sem dúvida, excelente para passar umas horas agradáveis. Fica a curiosidade em conhecer mais obras protagonizadas por Miss Marple.

estrela.jpegestrela.jpegestrela.jpeg 

Data de leitura: janeiro 2019

Nome: Maria Oceana Carmona Fernandes,10ºA 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.